Obesidade infantil – 5 dicas para tratar e prevenir este mal

É quase impossível ver um bebê cheio de “dobrinhas”, bochechudo e não morrer de amores. Ou não lembrar da vovó falando que criança saudável é criança cheinha (risos). Mas o que se esconde por de baixo de tantas “dobrinhas” é uma doença que conhecemos bem e que já é classificada como pandemia. Sim, estamos falando da obesidade! O número de crianças e adolescentes com sobrepeso ou obesas pode chegar a 75 milhões até 2025, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde).

E por que se preocupar?

Sabe aquela frase: “As crianças de hoje, são os adultos de amanhã”? A preocupação está no futuro, pois segundo estatísticas, oito em cada dez adolescentes continuam obesos na fase adulta.

E ainda na infância, enfrentam as consequências de estarem acima do peso, como depressão, baixa autoestima, isolamento e o bullying, especialmente na fase escolar. Fora que a obesidade não monitorada, pode acarretar problemas graves como apneia obstrutiva do sono, problemas ortopédicos, hiperandrogenismo, esteatose hepática (gordura no fígado), diabetes do tipo 2 e doenças cardiovasculares.

As patologias citadas acima acompanham a criança na fase adulta, assim, elas têm o risco de morbidade e mortalidade precoce aumentados. A saúde de nossos pequenos depende de uma gama de fatores: biológicos, psicológicos e sociais.

Aqui vai algumas dicas para prevenir a obesidade infantil:

Reduzir o consumo de alimentos gordurosos e açucarados

Sabe aqueles salgadinhos de pacote, o macarrão instantâneo, sanduíches (hambúrguer,  misto quente), as batatas fritas, o biscoito recheado e o sorvete que costumamos comprar para as crianças? Pois é, são extremamente gordurosos e com excesso de açúcar, e o consumo excedente pode progredir para obesidade, precisamos ficar mais atentos com o que oferecemos e inserir opções  de alimentos saudáveis para os pequenos.

Incentivar a atividade física

As crianças tem passado grande parte de sua infância dentro de casa, na frente da TV, computadores, celulares e vídeos games. Um estudo realizado por um grupo de pesquisadores através do projeto ERICA em 2015, mapeou a saúde de crianças e adolescentes e o risco de desenvolvimento de DNCT’s (doenças crônicas não transmissíveis). O resultado foi uma associação positiva entre o período pronlongado em frente às telas com o maior ganho de peso. Sendo assim, incentivar a prática de um esporte e limitar o tempo de tela, são imprescindíveis para prevenir a obesidade.

Cuidar do psicológico 

Crianças sofrem tanto quanto nós adultos com o estresse do dia-a-dia,  que pode se manifestar na forma de ansiedade, depressão por não suportarem a carga de emoções, deficit de atenção, entre outros. Em grande parte dos casos, os pequeninos podem usar a comida como fuga, podendo evoluir para compulsão alimentar. Observar e estar atento ao comportamento da criança ajuda na identificação e tratamento de possíveis transtornos alimentares antes que DNCT’s se instalem. 

Melhorar sua alimentação antes de instaurar uma alimentação correta para eles

Saiba que as crianças  usam os adultos com quem mais convivem como espelho, elas buscam tomar atitudes parecidas com as dessas pessoas. Se você, papai, mamãe, vovó, vovô, titio ou titia tem uma alimentação desregrada, com por exemplo, lanche de fast-food e comida industrializada, a criança passa a desenvolver este hábito alimentar como um hábito normal. O mesmo ocorre se os hábitos alimentares forem saudáveis.

Reduzir o tamanho do prato

O estudo publicado pela Public Health England  afirma que oferecer a comida em pequenos pratos em maiores quantidades e em um maior numero de vezes por dia, ajuda a “enganar” o cérebro. A criança estará ingerindo menos calorias, evitando o aumento de peso, mas com sensação de saciedade.

É importante ressaltar que na luta contra balança todo esforço é válido, então não pressione demais seu filho, sobrinho ou neto, a cada avanço mesmo que pouco, elogie, estimule, valide, assim ele se manterá motivado.  O amor cura todo mal. O ser humano, inclusive as crianças, precisam de amor e cuidado.

Antes de tomar qualquer atitude busque auxílio de um profissional capacitado!


Para agendar uma consulta  >> clique aqui <<


 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: