Treino de força e seus benefício para o emagrecimento

Quando pensamos em atividade física, logo vem à mente o nosso corpo em movimento, suando, sentindo prazer e absorvendo todos os benefícios que estão atrelados a ela. O exercício, sendo ele qualquer tipo de atividade que gere gasto calórico, traz para seus praticantes dois grandes benefícios: qualidade de vida/bem estar e culto ao corpo/estética. Seguindo esta linha vamos abordar nesta publicação a eficiência da musculação no emagrecimento.

No Brasil, cerca de 18 milhões de pessoas, que corresponde a 14% da população, estão inseridas no grupo de pessoas sedentárias (CONFEF, 2012), considerando que uma pessoa sedentária seja aquela que não pratica qualquer tipo de atividade física que leve à melhora da saúde como um todo. O sedentarismo, associado à maus hábitos alimentares, tem total influência para o acúmulo excessivo de gordura corporal, e por conseguinte, adquirir um estado de obesidade.

O treinamento de força consiste em um conjunto de movimentos, que são realizados pela contração muscular e podem ser executados mediante a utilização do próprio corpo, pesos livres ou máquinas. Diante disto, podemos perceber como o exercício de força é extremamente democrático, pois pode-se relacionar um grande acervo de movimentos que atendem uma gama de pessoas e seus objetivos específicos.

Sem considerar o aspecto social que o exercício de força pode trazer ao indivíduo, a depender também do ambiente em que é realizado, é possível listar vários outros benefícios:

  • aumento de massa muscular,
  • aumento da aptidão física,
  • melhora do perfil metabólico,
  • estímulo para redução da gordura corporal;
  • fortalecimento de massa óssea,
  • mudanças favoráveis na composição corporal;
  • adaptações cardiovasculares necessárias para os esforços curtos repetidos e relativamente intensos;
  • melhora da flexibilidade e coordenação motora;
  • diminuição de quedas em pessoas idosas (Santarém, 2012).

Sabemos que o emagrecimento ocorre, entre outros fatores, quando conseguimos elevar nosso metabolismo mediante o uso de exercícios que irão aumentar o gasto calórico, que por sua vez, pode ocorrer em três situações: 1º) no metabolismo basal (que refere-se ao gasto energético nas reações químicas do corpo para mantê-lo em funcionamento); 2º) na digestão dos alimentos e 3º) na contração muscular (que ocorre em toda e qualquer atividade física realizada).

Certamente, muitos ainda acham que o melhor protocolo a ser seguido para se obter uma redução de medida e gordura seriam as atividades aeróbicas de alta duração, como uma corrida de 40 minutos ou mais. Porém, estudos mostram que isso não está mais à frente como o método mais eficiente.

Fleck e Kraemer, afirmam que o treinamento de força contribui de forma significativa para a redução do percentual de gordura corporal, já que há uma elevação do metabolismo pelo aumento da massa muscular, e consequentemente aumento no gasto energético originado da queima de calorias. Tendo como base esta afirmação, é possível perceber que além de melhorar, a musculação pode prevenir alguns efeitos indesejáveis que o exercício aeróbico pode trazer, como a perda de massa muscular, a flacidez e a perda da proteção das articulações acarretada pela baixa composição muscular do local, que é o componente protetor.

Mas a excelência na perda de massa gorda através do treino de força se dá quando conseguimos atingir a alta intensidade no treinamento, quando levamos nosso corpo ao limite seguro nas execuções dos exercícios. Porém, não adianta utilizar protocolos mais avançados, orientados pelo personal trainer e que faça os músculos chegarem ao máximo de desempenho se o indivíduo permanece na zona de conforto.

Conclui-se que, em casos de necessidade de perda de peso, na maioria das vezes, a depender do grau de sobrepeso ou obesidade, não se faz necessário recorrer à procedimentos cirúrgicos, farmacológicos e/ou alternativos que agem de maneira invasiva, podendo resultar em prejuízos à saúde. A conscientização e o trabalho interdisciplinar (aluno/educador físico/nutricionista), aliados à determinação e disciplina, certamente trarão resultados satisfatórios e duradouros.


Para orientações personalizadas >> clique aqui <<


 

Anúncios

Os comentários estão encerrados.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: