Shakes emagrecedores: o que você precisa saber

A substituição de alimentos de verdade por shakes tem conquistado, a cada dia, mais seguidores desse “estilo de vida”. A indústria promete perda de peso rápida e contínua, e como a perda de peso acontece mesmo, em função também da intensificação das atividades físicas, a boa fama destes produtos só tem aumentado.

Mas é preciso entender como essa perda acontece, quais são as consequências para o organismo e se existe vantagem na troca de alimentos de verdade por um líquido industrializado.

O controle do apetite e da saciedade ocorre pela liberação de hormônios, que começa desde a mastigação até a fase de liberação no estômago e intestino. O alimento sólido promove maior saciedade pois permanece mais tempo no estomago. Já o shake, por se tratar de um alimento líquido, além de retardar este estímulo pela falta da etapa de mastigação, permanece por menos tempo no estômago, acelerando o fim do estímulo.

Sendo assim, quando a refeição é feita por alimentos líquidos, o tempo entre a refeição e a próxima sensação de fome será 15% menor quando comparada a uma refeição sólida.

Além disso, em curto prazo, substituir refeições por shakes demonstra algum resultado quanto a perda de peso, porém, a longo prazo, entram em ação diversos mecanismos, principalmente hormonais (de fome e saciedade), e o resultado final é que o peso perdido inicial não é sustentado e as pessoas acabam se tornando reféns destes produtos.

Diversos estudos científicos sobre perda de peso em pacientes recebendo substitutos de refeições na forma de shakes/sopas industrializados mostraram que há uma perda de peso a curto prazo, porém insustentável, visto que a maior perda é de massa magra e não de gordura. Os estudos apontam também para o diversos efeitos hepatotóxicos no organismo pelo uso prolongado desses shakes.

A perda de peso deve ser acompanhada por um profissional nutricionista para que este manipule estratégias benéficas para modular essa perda sem que haja efeitos negativos no fígado e minimizar os efeitos adversos como flacidez, ressecamento da pele, enfraquecimento de unhas, entre outros.

O shake não é capaz de fornecer ao organismo todos os nutrientes necessários para suprir as necessidades nutricionais diárias. Além do baixo aporte de calorias pode desencadear carências de vitaminas e minerais que estão relacionadas à diversas patologias. Uma alimentação de verdade será sempre a melhor escolha!

Tome interesse pelo seu corpo, se preocupe com sua saúde e não acredite em tudo que dizem por aí. A indústria quer vender e o preço que o consumidor paga vai além do dinheiro. A perda de peso vai acontecer sim! Mas por pouco tempo… e o seu corpo estará sofrendo por dentro!

 


Para orientações personalizadas >> clique aqui <<


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: